domingo, 21 de novembro de 2010

Mendigos


Filhos de um João ninguém sem Maria alguma, Órfãos de um Brasil que nunca cuida de seus filhos, ignorados pela sociedade que só liga para o próprio umbigo. Jogados pelas calçadas da vida, sem teto, sem futuro, sem amor.
Eternos massacrados, educados pela escola da vida e formados em sobrevivência. Lutam todos os dias para manterem-se vivos a espera de um milagre que nunca chega.
Abandonados por pais que nunca viram os filhos e mães que os tiveram no lixo.
Cresceram... Agora são pais de filhos que nunca viram, e filhos de avós que nunca viram os netos.

Humilhados pela burguesia que não os enxerga como humanos, e sim como um joio que teem que “conviver” sem ao menos olhar para o “fardo” que “estaciona” em suas calçadas.

E agora senhores e senhoras, como se não bastasse todo o sofrimento que a vida os reservou eles estão sendo mortos. A limpeza nas calçadas de Alagoas não usa água e muito menos sabão, é feita através de balas. São “varridos” de nossa visão da forma mais brutal e desumana possível, são mortos por quererem estar vivos.

Quando a sombra da noite cobre toda a cidade, eles viram andarilhos vagando por ruas e becos tentando fugir do encontro com a morte. Tentando sobreviver em um mundo que não os quer, que não os aceita, um mundo que não lhes deu uma chance, muito menos uma oportunidade. Um Brasil que nunca os enxergou, uma sociedade que sempre os julgou. Tentando sobreviver em um mundo que talvez um dia tenha algo pra lhes oferecer.

Eles estão em todo lugar, seres humanos como nós, sem lugar pra ir nem lugar pra voltar, sem ninguém para compartilhar o que o mundo tem ou não para dar.

Sem futuro. Sem Ambição. São apenas vítimas de uma má formação, uma má distribuição, uma má educação, uma falsa preocupação. A sociedade que só se importa com a própria situação.

Filhos de um Brasil sem Nação. Um Brasil sem Pai nem Mãe!!!



Bons Ventos!
Tchau!!

Zélio Marulo Jr.

“Educai as crianças e não será preciso punir os Homens.”
Pitágoras.




# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

15 comentários:

  1. muito bom o texto, tenho pena dos mendigos *_*

    ResponderExcluir
  2. acessa lá http://meuassunto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. O texto foi bem claro!
    Sim! estão jogados ao descaso por causa de escolhas, dantes erradas.

    Abraço
    NINA

    ResponderExcluir
  4. É, é difícil vim até aqui e jogar a realidade nua e crua na cara da hipocrisia, por isso eu te admiro, por usa suas belas palavras como um alerta para o sociedade em que vivemos. Luz e paz.

    ResponderExcluir
  5. Acho que todos nós somos órfãos dessa nação,esperando por um milagre qualquer que nos salve de toda essa miséria causada pelo descaso do Estado,e pela indiferença; sempre tão confortável ;da própria população, que prefere fechar os olhos diante da situação ,tratando com descaso os seus semelhantes , e tachando de vagabundos aqueles que ;simplesmente;foram abandonados,sem perceber que estamos todos nessa mesma situação de abandono.

    Parabéns pelo texto,vc expos a situação de muitos de uma forma muito clara,reflexiva e contundente.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o Blog!!!!


    Ta seguido!!!!



    Segue lá http://doonada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. O Brasil ainda está engatinhando nessa questão de pobreza!
    Um fato que vemos todos os dias na rua!!
    Mas existe uma certa diferença entre mendigo e trombadinha, que nem todos enxergam, sempre quando batem na porta pedindo comida eu nunca nego, mas eu não dou dinheiro de forma alguma.

    ResponderExcluir
  8. Realmente uma situação muito triste.
    Somos todos órfãos dessa nação.
    E me dói ver que o Brasil caminha a passos curtos e demorados nessa questão.
    Como se já não bastasse tudo o que passam nessa vida, todos os preconceitos e todas as dificuldades, como se já não bastasse os sonhos desiludidos, agora ainda tiram desses pobres esquecidos o direito de viver.
    Revoltante.

    ResponderExcluir
  9. Como sempre Zélão falando o q meus ouvidos qrem ouvir,meus olhos querem ler...
    Sempre tocando nos verdadeiros assunto q devem ser tocados...por isso te admiro pra caralho meu brother,penso como vc,so ñ tenho o dom de passar meus pensamentos para a escrita coisa q vc da show...meus parabéns!...
    Sempre esperamos por mudanças,acredito nessa mudança mais enquanto o poder ficar passando por gerações e gerações a coisas ñ vai mudar...temos q lutar pra mudarmos isso.

    ResponderExcluir
  10. bom dificil falar sobre isso é muito polemico esse assunto acho que deveria o governo resolver esse problema ,mas como não sei....
    www.centralmbc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. www.preguicaalheia.blogspot.com

    Gostei do seu blog.. parabéns!

    Estou te seguindo.

    Abraço,
    P.A.
    _______________________________
    www.preguicaalheia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente existem muitas pessoas que são esquecidas e julgadas pela sociedade. Esse seu texto coincidiu com uma cena que vi ontem, eu estava passando por uma ponte e embaixo desta, vi um mendigo que dormia, e reparei que não havia apenas o mendigo embaixo da ponte, mas também um cachorro e varias plantas e ornamentos, o próprio enfeitara a ponte, e me dei por conta que aquela é a casa dele e tudo que escreveu em seu texto, veio-me à cabeça, pessoas com mesmos sonhos que nós são desprezadas. Que país é esse?

    ResponderExcluir
  13. Muito bacana o blog!!gostamos!!!
    Boa semana!!

    ResponderExcluir
  14. legal seu blog bem interesante

    http://planetahuumor.blogspot.com/

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2013 INOPORTUNO